Comendo Minha Cunhada Loirinha

Todo cara teve ou tem uma cunhada que o tire do sério, também aconteceu comigo.

Minha cunhada, Patrícia, é loirinha, é meio gordinha, peituda, tem umas pernas grosas e um rostinho angelical, e sempre ficou muito a vontade comigo durante o inicio do namoro com sua irmã, por que ela ainda ser de menor na época, e tinha que me controlar para não dar bandeira quando a via de camisola ou de shortinho. Por várias vezes ela dava lance de sua calcinha, já tinha dado lance de peitinho, ainda em formação, pelos decotes e uma vez cheguei a vê-la só de calcinha quando ela sem saber de minha presença, saiu do banheiro assim uma belezura.

Leia Mais

Cunhada loirinha e muito gostosa

Sou um felizardo depois de anos azarando minha cunhada tive outra grande chance de transar com esta mulher sensacional, loira 1.75 corpão e adora uma rola …

Bom depois do natal em que passei uma noite maravilhosa com minha mulher e sua irmã na mesma cama (rendeu um desconforto, mas já resolvido já que estamos babados).
Marcamos de sair para uma balada eu minha esposa, minha cunhada mais um casal amigo minha intenção era a melhor possível apenas se divertir no sábado a noite, mas o destino estava a meu favor.
O casal desistiu de sair e foi para praia eu ia sair de qualquer jeito pensei que minha cunhada ia amarelar algo fez ela i , a principio iríamos um festa de bacanas na ultima resolvemos em club de swing para ver o que rolava por lá (eu e esposa já tínhamos ido e apreciado a sacanagem) mas, minha cunhada não.

Leia Mais

Doidinho pela minha cunhada

ola, galera vou compartilhar com vcs uma das minhas experiências com minha cunhada.

Já faço sexo com ela a muito tempo antes de casar com a irmã dela, ela morou em casa por um tempo e meu pai tava viajando antes dela ir pra escola, por volta de 5 da tarde nos transavamos.

Minha cunhada é alta, magra, morena clara ,gostosa, tem uma buceta de agua na boca, ela tem outras irmão gostosas,tenho muito tesão por ela…

Vou conta de um dia que dormir na casa da mãe dela isso era numa sexta feira,tem baile em uma casa noturna a mãe dela e o padrasto foram,ficamos na casa com as irma dela e minha mulher.rn

Leia Mais

Comendo a cunhadinha depois da academia

Olá, vamos aqui pra meu segundo conto real de incesto:

Minha cunhada Marília é a irmã mais velha de minha namorada, que ainda tem outra irmã do meio.

Marília é linda, morena cabelos negros e lisos, corpo perfeito, seios naturais grandes e bunda maravilhosa. Achava mto estranho o tratamento que tinha comigo(ela era noiva), sempre me mandava beijos e fazia bastante carinho.

Um dia agente estava na sua casa e minha namorada foi tomar banho assim que minha cunhada chegou da academia. Eu sou alucinado por roupa de malhar, marca perfeitamente suas curvas, minha namorada costuma demorar mt no banho e ficamos conversando.

Leia Mais

Mãe Pai e Filha – Parte V

  • Fetiche: Tocando siririca lendo diário secreto da mãe puta;

  • Personagens: Lucia (Mãe), Pai, Ana (Filha), Pedro e Marta;

  • Características:

    • Seios fartos,

    • Anca grande,

    • Bunda enorme;

Sentada aqui em frente a tela do computador.

Escrevendo, sinto minha boceta arder e meus mamilos duros…

Tal como foi na primeira vez em que li o diário de minha mãe.

Me vejo sentada na cama de casal de meus pais, dedos trêmulos e suados, a respiração ofegante enquanto eu folheava o caderno e não acreditando no que meus olhos liam…

Leia Mais

Mãe Pai e Filha – Parte IV

  • Fetiche: Tocando siririca e vendo mãe e pai transando;

  • Personagens: Lucia (Mãe), Pai, Ana (Filha), Pedro e Marta;

  • Características:

    • Seios fartos,

    • Anca grande,

    • Bunda enorme;

Sinto por ter interrompido meu último relato, mas não sou de ferro e quando começo a me lembrar daqueles dias…uau… Sou obrigada a enfiar meu dedo na boceta e na frente do meu computador mesmo tocar aquela siririca!

Hoje não vai ser diferente, já estou toda molhada.

Quando parei a ultima vez, meu pai estava socando com vontade na buceta da puta da minha mãezinha enquanto sua amiga gravida (a vaca da marta) levava ferro do marido.

Leia Mais

Mãe Pai e Filha – Parte III

  • Fetiche: Tocando siririca e vendo mãe e pai transando;

  • Personagens: Lucia (Mãe), Pai, Ana (Filha), Pedro e Marta;

  • Características:

    • Seios fartos,

    • Anca grande,

    • Bunda enorme;

Para quem vem acompanhando meus relatos, vou continuar descrevendo como eu: Ana, descobri na infância meu gosto pelo voyeurismo.

Principalmente ouvindo meus pais transarem como eu fazia escondida no banheiro, aonde as paredes eram mais finas e eu podia me masturbar também.

Não preciso dizer que aquilo estava virando uma obsessão e eu não conseguia parar de imaginar como seria vê-los foder ao vivo.

Era o que eu mais queria…

Certa noite consegui muito mais do que imaginava e e isso que vou relatar agora: era uma noite de sábado e fui tocada cedo para a cama com a desculpa que um casal de amigos veria nos visitar.

Leia Mais

Mãe Pai e Filha – Parte II

  • Fetiche: Tocando siririca e vendo mãe e pai transando;

  • Personagens: Lucia (Mãe), Pai, Ana (Filha);

  • Características:

    • Seios fartos,

    • Anca grande,

    • Bunda enorme;

Meu nome é Ana e no meu conto anterior descrevi exatamente o que acontecera na minha juventude e que me transformara na vagabunda que sou hoje e que adoro ser.

Como escrevi antes, eu havia observado minha mãe Lucia, chupando o enorme cacete do meu pai e não estava contente.

De repente, me dera conta que olhar duas pessoas tão próximas na intimidade havia me enchido de tesão e eu queria mais e mais…

De repente, me vi escutando ouvido colado nas paredes, tentando perceber quando eles fodiam.

Leia Mais

Mãe Pai e Filha – Parte I

  • Fetiche: Observando mãe e pai transando;

  • Personagens: Lucia (Mãe), Pai, Ana (Filha);

  • Características:

    • Seios fartos,

    • Anca grande,

    • Bunda enorme;

Me chamo Ana, hoje tenho 37 anos, sou casada e o que vou contar se passou há exatamente 22 anos e faz parte da minha juventude.

Acreditem que tudo que vi e ouvi naqueles tempos me tornou o que sou hoje. Uma pessoa aberta ao sexo e que sabe aproveita-lo ao máximo.

A principal razão disso tudo não poderia deixar de ser minha mãe: Lucia.

Na época ela já tinha seus quarenta e cinco anos, era uma mulher robusta, de seios fartos e ancas grandes ( para não dizer uma enorme bunda ).

Se ela era motivo de olhares cobiçosos na época eu não fazia ideia e nem tão pouco como aproveitava seu corpo e deixava que outros se aproveitassem dele.

Ela e meu pai eram casados e para mim parecia que formavam um casal feliz. ( o porque eu descobri bem depois) sou filha única e lembro-me como tudo começou.

Leia Mais

Comendo a Família Inteira: Introduzindo o Cunhado

  • Fetiche: Até o cunhado entrou na putaria comendo a própria mãe;

  • Personagens: Genro, sogra, cunhada, amiga, cunhado, irmã;

  • Características:

    • Família safada;

Bem caros leitores, estou de volta, para quem não leu as minhas experiências anteriores ; eu já trepei com a minha sogrinha, minha cunhada, uma amiga da minha sogra, uma tia da minha esposa e claro com a minha esposa, ate ai normal, mas o que vocês não sabem e que foi com todas elas juntas, na mesma cama, com mãe chupando a buceta da filha, irmã metendo os dedos no cuzinho da própria irmã, enfim uma suruba danada de gostosa.

É claro que todas são umas putinhas, mas a novidade e a seguinte: Não faz muito tempo minha sogra estava aqui em casa, lavando umas roupas na maquina de lavar, pois a sua tinha quebrado, e junto com ela veio seu filho, um garoto de 15 anos, para ajudá-la com esse serviço.

Mas leitores, foi ai que tudo começou, nesse dia eu estava com um puta tesão, logo cedo meu pau tava duro, e quando a sogrinha apareceu, pensei é a salvação.

Como ela já estava acostuma a dar a bucetona e seu cuzinho arregaçado pra mim, mandei ela ir para a lavanderia ver se a roupa já estava pronta, e pedi que meu cunhado ficasse na sala com as crianças.

Leia Mais