Comendo a Família Inteira: Introduzindo o Cunhado

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Reddit
  • Fetiche: Até o cunhado entrou na putaria comendo a própria mãe;

  • Personagens: Genro, sogra, cunhada, amiga, cunhado, irmã;

  • Características:

    • Família safada;

Bem caros leitores, estou de volta, para quem não leu as minhas experiências anteriores ; eu já trepei com a minha sogrinha, minha cunhada, uma amiga da minha sogra, uma tia da minha esposa e claro com a minha esposa, ate ai normal, mas o que vocês não sabem e que foi com todas elas juntas, na mesma cama, com mãe chupando a buceta da filha, irmã metendo os dedos no cuzinho da própria irmã, enfim uma suruba danada de gostosa.

É claro que todas são umas putinhas, mas a novidade e a seguinte: Não faz muito tempo minha sogra estava aqui em casa, lavando umas roupas na maquina de lavar, pois a sua tinha quebrado, e junto com ela veio seu filho, um garoto de 15 anos, para ajudá-la com esse serviço.

Mas leitores, foi ai que tudo começou, nesse dia eu estava com um puta tesão, logo cedo meu pau tava duro, e quando a sogrinha apareceu, pensei é a salvação.

Como ela já estava acostuma a dar a bucetona e seu cuzinho arregaçado pra mim, mandei ela ir para a lavanderia ver se a roupa já estava pronta, e pedi que meu cunhado ficasse na sala com as crianças.

Fui logo atrás da safada, lá chegando eu já agarrei seus peitos, os tirei pra fora e chupei aqueles bicos duros, enfiei a mão em baixo da saia e procurei a racha molhada, mandei ela abaixar, tirar meu pra fora e chupar minha rola dura.

Chupa sua cadela safada, engole minha rola, que depois eu vou meter nessa sua bunda de vaca, toda arregaçada.

Cadê a minha cunhadinha piranha, aquela sua filhinha vadia que também adora dar o rabinho pra mim?

Chupa sua puta de zona, chupa….

Foi aí que tudo começou, pois tomamos o maior susto, logo atrás de nos, sem que a gente tivesse visto, estava meu cunhado, filho da putona que tava ajoelhada com a minha rola toda enfiada na boca, paramos mas já era tarde o garoto tinha visto e ouvido tudo.

Ele saiu e foi para dentro da minha casa, minha sogra começou a chorar e dizer

O que vou fazer agora, meu filho me viu chupando seu pau, e deve ter ouvido você falar que comia meu rabo e também o cú das duas irmãs dele, e agora?

Falei para ela ter calma, que a gente dava um jeito, lembrei de quando a tia da minha esposa, me flagrou e minha sogra metendo atrás da casa dela de pé, com a bunda empinada e levando rola, dessa vez eu mandei a minha sogrinha entrar, mostrei a rola pra velha e perguntei se ela não queria dar pra mim também, que a gente guardava segredo de tudo, foi fatal, comi a velha, tirei as pregas do cuzinho dela e ate hoje ela adora dar pra mim.

Foi quando tive a ideia e disse pra sogrinha:

E se você chamasse seu filho aqui, explica-se para ele que a gente já faz isso há muitos anos, que sua filha, que é casada comigo, sabe e não liga

No começo ela não aceitou mas vendo que não tinha outra saída, mandou eu ir chamar o garoto.

Entrei dentro de casa e o menino tava todo sem jeito, mas era claro o volume em sua calça de quem viu a mãe chupando um pinto.

Levei o garoto ate sua mãe e me afastei, para que ficassem mais à vontade.

Depois minha sogra me contou que o seu filho chegou lá, sem jeito mas de pau duro. Ai ela pegou no pau por cima da calça, e começou a bater uma punheta pra ele.

Disse que em vez dele ficar batendo punheta no banheiro, sua mãe agora ensinaria para ele como tratar uma mulher, abaixou as calças e começou a chupar seu pintinho.

O garoto nada dizia, apenas deixava, e aproveitava a boca da sua mãe em sua rola.

A vaca fez o menino gozar em sua boca, depois deixou o pau dele duro de novo e ensinou o garoto a meter em uma buceta de verdade, vamos mete esse seu pintinha na buceta da sua mãe, come a sua mãe, que eu gosto mesmo e dar muito pra pinto que nem o seu.

Bem eles ficaram ali, quase meia hora, eu loco para saber o que estava rolando, foi quando o menino saiu, e me disse que sua mãe estava me chamando.

Entrei na lavanderia e a putinha já tava de saia levantada, com a calcinha abaixada ate o joelho, e cú empinado, e escorrendo muita porra de sua bucetona, vendo aquilo tirei o pau pra fora.

Meti de uma só vez no seu cú.

Bem amigos depois desse dia, minha sogra me conta que quase todo dia de manhã, depois que todos saem para trabalhar, o garoto vai ate seu quarto, para ao lado da cama, já com a rola pra fora e dura. Acorda sua mãe e manda-a chupar, depois deita com ela e mete naquela bucetona que todo mundo já arregaçou.

Ele agora quer comer o rabinho da sua irmã que mora com eles, aquela minha cunhada que eu já comi o cuzinho, pois ela é virgem na buceta.

Mas eu já falei para ele meter só na sua mãe, que é uma vadia mesmo, mas o cuzinho da sua irmã e só meu.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Reddit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Humano? * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.